"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Missa da renovação Carismática

Venha participar da Missa da Renovação Carismática na Paróquia de Ondina! Neste sábado (29/10), a partir das 17 horas terá muito louvor,  adoração ao Santíssimo e às 18 horas começa a Missa. Deixe-se tocar pelo Espírito Santo, venha e traga seus amigos!
Quer saber mais sobre a Renovação Carismática Católica? Acesse: http://www.rccbrasil.org.br/

domingo, 23 de outubro de 2011

Arquidiocese lança projeto Salvador, cidade natal do Brasil !

Salvador, cidade natal do Brasil! Este é o projeto da Arquidiocese de Salvador, lançado nesta quinta-feira, 13 de outubro, e que deverá integrar o calendário dos festejos de final de ano da capital baiana. A iniciativa tem como objetivo resgatar o autêntico espírito natalino, centrado na figura de Deus Menino. Além de padres e religiosos, autoridades políticas também participaram da apresentação, realizada na Cúria Bom Pastor, no Garcia.



De acordo com o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, o projeto é o primeiro passo para fortalecer a tradição dos presépios e marcar a capital baiana como a cidade onde se celebra o nascimento de Jesus. “Existem três cidades no mundo que deveriam ser obrigadas a celebrar o Natal: Belém (cidade onde Jesus nasceu), Belém do Pará e Salvador. A nossa cidade traz no nome o sentido da salvação, o centro. Toda a história da salvação está resumida nesta palavra”, afirmou.

O projeto, previsto para ser realizado nos meses de novembro e dezembro, vai contar com uma série de ações, a exemplo de exposições em shoppings, concursos de presépios, apresentações culturais, arrecadação de alimentos e um show de padre Zezinho. A cidade vai ganhar também um presépio monumento, ou seja, uma estrutura com quatro metros de altura instalada na Avenida Paralela, representando Jesus, Maria e José.

“Hoje nós estamos lançando o concurso de presépios na cidade. Serão três categorias: comercial, comunitário e novas tecnologias. Estas categorias estão divididas em regional e tradicional. Além disso, as pessoas podem aproveitar para tuitar meuNatalémaisfeliz e, assim, fortalecer a presença de Jesus no centro das nossas famílias”, disse o coordenador da Pastoral de Comunicação Arquidiocesana, padre Manoel Filho. Ele informou ainda que as inscrições poderão ser realizadas através do site da Arquidiocese e do e-mail contato@arquidiocesesalvador.org.br.



terça-feira, 18 de outubro de 2011

Evangeliza Salvador, com Eliana Ribeiro lota a Concha Acústica

Foto: Marcelo Santana 
No último sábado (15) aconteceu a 2ª edição do Evangeliza Salvador. A atração deste ano foi a missionária da Canção Nova, Eliana Ribeiro, que reuniu uma legião de fãs na Concha Acústica do Teatro castro Alves. Veio gente de toda a Bahia e até de outros estados, a exemplo de Sergipe, para prestigiar o Show e os momentos de louvor e oração, conduzidos pela cantora. 
O Show iniciou com o acolhimento do padre Valter Ruy, do Programa Ciranda da Fé, da Rádio Excelsior, o qual já fez com que o público entrasse no clima de oração e louvor a Deus! Ao surgir no palco, Eliana levou o público ao delírio, cantando canções bem conhecidas no repertório dos fiéis, tais como: "Espera no Senhor", "Livre Acesso", "Sonda-me" , "Barco à Vela" e "Chuva de graças", dentre outras.



Foto: Marcelo Santana 
 
 O evento, promovido pela Guaxe Comunicação, atraiu fiéis de várias paróquias de Salvador, principalmente a juventude que acompanhava a divulgação também pelas redes sociais. A Paróquia de Ondina não poderia ficar de fora, formou sua turma e foram juntos louvar a Deus no show. Além das músicas já conhecidas pelo público, Eliana citou e cantou músicas de seu próximo CD, que será lançado em dezembro. Antes de cantar a música que finalizou o show "Chuva de graças", Eliana cantou a música "Força e Vitória", uma das que mais emocionou o público e o fez entrar em clima de oração.
O evento teve apoio da Arquidiocese de Salvador e parte da arrecadação foi revertida em doações para as Obras Sociais de Irmã Dulce.


Paroquianos de Ondina em concentração no Show de Eliana Ribeiro. Foto: Marcelo Santana 
 

sábado, 15 de outubro de 2011

REFLEXÃO PARA O DIA DO PROFESSOR

15 de outubro é o Dia do Professor. E aqui, nesta Lista, tão carente de debates (embora, ultimamente, tão pródiga em notícias…) eu não poderia deixar de levantar algumas reflexões sobre a condição deste profissional do ensino, hoje tão esquecido (e tão necessário).
Em Atenas, cerca de 2.500 anos atrás, surge um personagem chamado “mestre-escola”, que, segundo documentos da época, era “reduzido pela miséria a ensinar”. O mestre-escola, ampliado, era o escravo-pedagogo, que ao conduzir diariamente o estudante à escola, repetia as lições do mestre-escola e, de quebra, introduzia o aprendiz no fantástico mundo da polis grega.
Mestres miseráveis, escravos. E, no entanto, desde então, tornaram-se imprescindíveis em todas as civilizações. Nas sociedades feudais, serviam aos interesses puramente intelectualóides de nobres; nas sociedades capitalistas atrasadas, ajudam a marcar a diferença entre classes, servindo à minoria burguesa, letrada; nos dez ou quinze países que desfrutam das maravilhas da criação humana, lá estão os mestres, preparando as novas gerações para o exercício do poder global.
Que personagem singular é este? O que ele possui de tão importante à humanidade e porque motivo nunca foi bem remunerado, embora tão respeitado? O que fascina no professor e o que ele tem que pode meter medo em gente poderosa?
Uma possível resposta: o professor representa e, em muitos casos, efetivamente possui, o tesouro mais importante da humanidade depois da Vida. O professor tem algo que pode, ao mesmo tempo, libertar e escravizar: o professor detém o segredo da sistematização do conhecimento. Não, ele não é o “dono” do conhecimento; tampouco possui poderes excepcionais de construi-lo. Porém, e hoje cada vez mais, ele proporciona a reflexão necessária para a construção, a desconstrução e a reconstrução do conhecimento. E isto não se trata de uma função meramente técnica. Envolve sensibilidade e compromisso com o aluno. Um professor não se fabrica como se fabricam pães.
Por isto os professores são tão necessários. E por isto também, tão perigosos. Portanto, melhor mantê-los escravos. Melhor mantê-los miseráveis. Não podem perceber sua força. Melhor tratar, rapidamente, de redefinir a própria função do professor na sociedade. Assim, quem sabe, eles não assimilariam isto e evitariam qualquer movimento de rebelião.
Professor é forte porque professor é povo. E professor é povo porque professor lida com cultura. E mexer com a cultura da humanidade é ir no mais íntimo do ser humano: sua capacidade de, no trabalho, produzir um novo mundo. Portanto, o professor é o profissional da (re)descoberta do trabalho, da (re)descoberta do mundo. Isto pode ser perigoso para quem não quer que a maioria saiba a força que têm.
Por isto, melhor tê-los amansados. “Professor Nota 10″, diz o prêmio; “sorteio de brindes em seu dia”; “jantar de confraternização”; “eu te amo, ‘tia’ “. Assumindo a carapuça de “bonzinhos”, de “enérgicos quando houver traquinagem”, de “sacerdotes”, assim vão sendo os professores. Há 2.500 anos.
E hoje é o dia do professor. O que fazer neste dia? Feriado? Não, foi antecipado, assim a gente passa o nosso dia trabalhando… Escravos? Miseráveis? A maioria, sim. Uma minoria, aquela que foi selecionada para preparar os filhos dos poderosos, é regiamente compensada (ma non troppo…) a fim de que se dedique com mais exclusividade e afinco.
Quem precisa de professores, hoje? Por mais que se tente o contrário, todos. Um dia para pensar no professor. Um dia para pensar na Cultura. Um dia para pensar na Vida.
Fernando Lincoln Mattos
(publicado originalmente na Lista “ducere”)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

NOSSA SENHORA DE APARECIDA - MÃE DE JESUS - PADROEIRA DO BRASIL


O dia 12 de Outubro para os católicos brasileiros é uma data especial, pois além de ser o dia das crianças é o dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora de Aparecida ou Nossa Senhora Aparecida.

Nossa Senhora Aparecida é na verdade Maria a Mãe de Jesus Cristo aquela que foi conhecida como Maria de Nazaré. Nazaré era sua cidade em Israel. Por todo o mundo Cristão Católico há uma veneração mariana. Os católicos proclamam Maria como a escolhida por Deus para ser a mãe do Salvador, e a veneram de geração em geração seguindo à risca o que disse Isabel mãe de João Batista quando Maria foi visitá-la já com o menino Jesus no seu ventre, e o Magnificat nas palavras de Maria veja em Lucas 1, 39-55:

39.Naqueles dias, Maria partiu apressadamente para a região montanhosa, dirigindo-se a uma cidade de Judá. 40.Ela entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. 41.Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou de alegria em seu ventre, e Isabel ficou repleta do Espírito Santo. 42.Com voz forte, ela exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43.Como mereço que a mãe do meu Senhor venha me visitar? 44.Logo que a tua saudação ressoou nos meus ouvidos, o menino pulou de alegria no meu ventre. 45.Feliz aquela que acreditou, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!”. 46.Maria então disse (este é o Magnificat) : 47.“A minha alma engrandece o Senhor, e meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48.porque ele olhou para a humildade de sua serva. Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão feliz (bem Aventurada), 49.porque o Poderoso fez para mim coisas grandiosas. O seu nome é santo, 50.e sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem. 51.Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os que tem planos orgulhosos no coração. 52.Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. 53.Encheu de bens os famintos, e mandou embora os ricos de mãos vazias. 54.Acolheu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55.conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”.

É por isso que os católicos Rezam em Oração: “Ave Maria cheia de Graças, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as Mulheres e Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus; Santa Maria mãe de Deus, rogai por nós pecadores agora e na hora de nossa morte”.



HISTÓRIA
O rio Paraíba, que nasce em São Paulo e deságua no litoral fluminense, era limpo e piscoso em 1717, quando os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves resgataram a imagem de Nossa Senhora Aparecida de suas águas. Encarregados de garantir o almoço do conde de Assumar, então governador da província de São Paulo, que visitava a Vila de Guaratinguetá, eles subiam o rio e lançavam as redes sem muito sucesso próximo ao porto de Itaguaçu, até que recolheram o corpo da imagem. Na segunda tentativa, trouxeram a cabeça e, a partir desse momento, os peixes pareciam brotar ao redor do barco. Durante 15 anos, Pedroso ficou com a imagem em sua casa, onde recebia várias pessoas para rezas e novenas. Mais tarde, a família construiu um oratório para a imagem, até que em 1735, o vigário de Guaratinguetá erigiu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros. Como o número de fiéis fosse cada vez maior, teve início em 1834 a construção da chamada Basílica Velha. O ano de 1928 marcou a passagem do povoado nascido ao redor do Morro dos Coqueiros a município e, um ano depois, o papa Pio XI proclamava a santa como Rainha do Brasil e sua padroeira oficial.
A necessidade de um local maior para os romeiros era inevitável e em 1955 teve início a construção da Basílica Nova, que em tamanho só perde para a de São Pedro, no Vaticano. O arquiteto Benedito Calixto idealizou um edifício em forma de cruz grega, com 173m de comprimento por 168m de largura; as naves com 40m e a cúpula com 70m de altura, capaz de abrigar 45 mil pessoas. Os 272 mil metros quadrados de estacionamento comportam 4 mil ônibus e 6 mil carros. Tudo isso para atender cerca de 7 milhões de romeiros por ano.

domingo, 9 de outubro de 2011

REZANDO UM TERÇO - UM CARINHO NA NOSSA MÃE

A origem do terço é muito antiga. Remonta aos anacoretas orientais que usavam pedrinhas para contar suas orações vocais. Em 1328, segundo a lenda, Nossa Senhora apareceu a São Domingos, recomendando‑lhe a reza do Rosário para a salvação do mundo.
Nasceu assim a devoção do Rosário, que significa coroa de rosas oferecidas a Nossa Senhora. Os promotores e também divulgadores desta devoção foram os Dominicanos, que também criaram as Confrarias do Rosário.
O papa dominicano Pio V animou vivamente a prática da recitação do Rosário, que, em breve, se tornou a oração popular predileta da cristandade. Esta devoção tem o privilégio de ter sido recomendada por Nossa Senhora em Lourdes, na França, e em Fátima, Portugal, o que depõe em favor de sua validade em todos os tempos.
O terço pode ser rezado individual ou coletivamente. O terço é uma das mais queridas devoções a Nossa Senhora. Aparecendo em Fátima, ela pediu aos pastorzinhos: "Meus filhos, rezem o terço todos os dias"
O terço (no sentido de objeto usado para contar as orações) é formado por contas grandes e pequenas. Após cada dezena de contas pequenas, há uma grande, e assim, cinco dezenas. O fio no qual ficam as contas dá uma volta, ficando a quinta junto à primeira dezena, preparando para iniciar um novo terço. Antes da contemplação dos mistérios, há uma parte inicial constituído por duas contas grandes, três pequenas e um crucifixo. Existem algumas variações nas formas de se rezar o terço, de acordo com as devoções religiosas, mas em geral se faz da forma seguinte:
Antes, porém, do início da oração, convém fazer a Invocação do Espírito Santo e o Oferecimento do Terço/Rosário.
Segurando a cruz, se faz o "Sinal da Cruz" e reza-se o Creio.
Reza-se um Pai-Nosso e três Ave-Maria, seguido do Glória. Depois do Glória pode ser acrescentado algumas jaculatórias.
Nas contas grandes, começam-se os mistérios com o Pai-Nosso.
Nas contas pequenas, rezam-se as Ave-Marias.
Ao final de cada dezena reza-se o Glória. Podem-se, também, acrescentar jaculatórias entre o Glória e o Pai-Nosso. Costuma-se rezar a Ó meu Jesus e pedir a intercessão do/a(s) santo/a(s), Nossa Senhora e/ou pessoa da Santíssima Trindade a que o terço se dedica, por exemplo: Divino Espírito Santo, tende piedade de nós, Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós, Santo Expedito, rogai por nós.
Por fim, reza-se a Salve Rainha. Estas orações são acrescentadas de acordo com costumes e devoções locais, mas não fazem parte integrante do Rosário.
Enquanto se faz a oração vocal medita-se ou contempla-se a passagem do respectivo mistério. Após o terço, costuma-se rezar também a Ladainha de Nossa Senhora, que é uma seqüência de invocações à Nossa Senhora.


Invocação do Espírito Santo
Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai,o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso, Amém.

Oferecimento
Divino Jesus, eu Vos ofereço este Terço que vou rezar contemplando os mistérios de nossa Redenção. Concedei-me, pela intercessão de Maria, vossa Mãe Santíssima, a quem me dirijo, as virtudes que me são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganhar as indulgências anexas a esta devoção. (Ofereço-Vos, particularmente, este terço por...)

Credo
Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra.
E em Jesus Cristo, seu único Filho nosso Senhor.
Que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos,
ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos Céus está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso, donde há de vir julgar os vivos e mortos.
Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

Pai-NossoPai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, vinde a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação,
mas livrai-nos do Mal. Amém.

Ave-Maria
Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.

Glória
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre (e pelos séculos dos séculos), Amém".

Salve-Rainha
Salve, Rainha, mãe de misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria Rogai por nós santa Mãe de Deus
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. AMÉM!

Ladainha de Nossa SenhoraSenhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho Redentor do mundo que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo que sois Deus, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das virgens,
Mãe de Jesus Cristo,
Mãe da divina graça,
Mãe puríssima,
Mãe castíssima,
Mãe Imaculada,
Mãe intemerata,
Mãe amável,
Mãe admirável,
Mãe do bom conselho,
Mãe do Criador,
Mãe do Salvador,
Virgem prudentíssima,
Virgem venerável,
Virgem louvável,
Virgem poderosa,
Virgem clemente,
Virgem fiel,
Espelho de justiça,
Sede da sabedoria,
Causa da nossa alegria,
Vaso espiritual,
Vaso digno de honra,
Vaso insigne de devoção,
Rosa mística,
Torre de David,
Torre de marfim,
Casa de ouro,
Arca da aliança,
Porta do Céu,
Estrela da manhã,
Saúde dos enfermos,
Refúgio dos pecadores,
Consoladora dos aflitos,
Auxílio dos cristãos,
Rainha dos Anjos,
Rainha dos Patriarcas,
Rainha dos Profetas,
Rainha dos Apóstolos,
Rainha dos Mártires,
Rainha dos Confessores,
Rainha das Virgens,
Rainha de todos os santos,
Rainha concebida sem pecado original,
Rainha assunta ao Céu,
Rainha do sacratíssimo Rosário,
Rainha da Paz,

Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.

Rogai por nós, santa Mãe de Deus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Senhor Deus, nós Vos suplicamos que concedais aos Vossos servos perpétua saúde de alma e de corpo; e que, pela gloriosa intercessão da bem-aventurada sempre Virgem Maria, sejamos livres da tristeza do século e gozemos da eterna alegria. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

OS MELHORES GRÃOS SÃ0 ESCOLHIDOS POR AMOR


Sempre pegava minha mãe sentada a mesa da cozinha catando feijão. Ficava de pé olhando a sua paciência em escolher os grão que ia para a panela. Ela estava sempre muito distante. Seu pensamento com certeza estava a quilómetros de distancia daquela cozinha. E ao terminar, verificava que eram poucos os grãos com defeitos e sujeiras que eram retirados depois de tanto tempo. E eu sempre perguntava o porque de catar feijão, já que eram poucas as sujeiras encontradas. Ela, olhava bem no fundo dos meus olhos e respondia; o feijão tem outro sabor quando se cata, ficas mais limpo, tem sabor de mais amor. Hoje o tempo se passou e faço o mesmo, sinto como minha mãe sentiu naquela época. Enquanto cato o feijão penso nas coisas que se passaram e não voltam jamais, penso nas coisas boas que estão acontecendo, enquanto cato o feijão,  penso nas coisas boas e nos projetos que foram pensados. Penso no meu filho, penso nas coisas que tenho que realizar para o bem da minha família. Penso na minha casa,nas coisas que abdiquei para que minha família fosse unida e feliz.... Ah! Hoje eu sei da importância de catar feijão...hoje eu sei como transmitir amor!

sábado, 8 de outubro de 2011

PADROEIRA DO PARÁ E RAINHA DA AMOZONIA


CÍRIO DE BELÉM  

Realizado em Belém do Pará há mais de dois séculos, o Círio de Nazaré é uma das maiores e mais belas procissões católicas do Brasil e do mundo. Reúne, anualmente, cerca de dois milhões de romeiros numa caminhada de fé pelas ruas da capital do Estado, num espetáculo grandioso em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré, a mãe de Jesus.  No segundo domingo de outubro, a procissão sai da Catedral de Belém e segue até a Praça Santuário de Nazaré, onde a imagem da Virgem fica exposta para veneração dos fiéis durante 15 dias. O percurso é de 3,6 quilômetros e já chegou a ser percorrido em nove horas e quinze minutos, como ocorreu no ano de 2004, no mais longo Círio de toda a história. 

Na procissão, a Berlinda que carrega a imagem da Virgem de Nazaré é seguida por romeiros de Belém, do interior do Estado, de várias regiões do país e até do exterior. Em todo o percurso, os fiéis fazem manifestações de fé, enfeitam ruas e casas em homenagem à Santa. Por sua grandiosidade, o Círio de Belém foi registrado, em setembro de 2004, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial.  Além da procissão de domingo, o Círio agrega várias outras manifestações de devoção, como a trasladação, a romaria fluvial e diversas outras peregrinações e romarias que ocorrem na quadra Nazarena.  

Curiosidade: o termo "Círio" tem origem na palavra latina "cereus" (de cera), que significa vela grande de cera.

HISTÓRIA    
 A introdução da devoção à Senhora da Nazaré, no Pará, foi feita pelos padres jesuítas, no século XVII. Embora o culto tenha se iniciado na povoação da Vigia, a tradição mais conhecida relata que, em 1700, Plácido, um caboclo, descendente de portugueses e de índios, andava pelas imediações do igarapé Murutucu (área correspondente, hoje, aos fundos da Basílica) quando encontrou uma pequena estátua de Nossa Senhora da Nazaré. Essa imagem, réplica de outra que se encontra em Portugal, entalhada em madeira com aproximadamente 28 cm de altura, encontrava-se entre pedras lodosas e bastante deteriorada pelo tempo e pelos elementos. Plácido levou a imagem consigo para casa, onde tendo-a limpado, improvisou um altar. De acordo com a tradição local, a imagem retornou inexplicavelmente ao lugar do achado por diversas ocasiões até que, interpretando o fato como um sinal divino, o caboclo decidiu erguer às próprias custas uma pequena ermida no local, como sinal de devoção. A divulgação do milagre da imagem santa atraiu a atenção dos habitantes da região, que passaram a acorrer à capela, para render-lhe homenagem. A atenção do então governador da Capitania, Francisco da Silva Coutinho, também foi atraída à época, tendo este determinado a remoção da imagem para a Capela do Palácio da Cidade, em Belém. Não obstante ser mantida sob a guarda do Palácio, a imagem novamente desapareceu, para ressurgir em seu nicho na capela. Desse modo, a devoção adquiriu caráter oficial, erguendo-se atualmente, no lugar da primitiva ermida, uma capela, hoje a suntuosa Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. Em 1773 o bispo do Pará, Dom João Evangelista, colocou a cidade de Belém sob a proteção de Nossa Senhora de Nazaré. No início do ano seguinte (1774), a imagem foi enviada a Portugal, onde foi submetida a uma completa restauração.
O seu retorno ocorreu em outubro desse mesmo ano, tendo a imagem sido transportada, do porto até ao santuário, pelos fiéis em romaria, acompanhada pelo Governador, pelo Bispo e pelas demais autoridades, civis e eclesiásticas, escoltadas pela tropa. Este foi considerado o primeiro Círio, que etimologicamente designa uma vela grande de cera. Desde então, o Círio de Nazaré é realizado anualmente, no segundo domingo do mês de Outubro. Entre os milagres mais expressivos atribuídos à imagem de Belém, encontra-se o que envolveu os passageiros do brigue português São João Batista. Partindo de Belém rumo a Lisboa, no dia 11 de Julho de 1846, a embarcação de dois mastros à vela veio a naufragar decorridos poucos dias da partida, sendo os passageiros salvos por um bote que os conduziu de volta a Belém. Este brigue seria a mesma embarcação que, anos antes (1774), havia transportado a imagem de Nossa Senhora de Nazaré a Lisboa, para ser restaurada; o bote que salvou os náufragos também seria o mesmo que tinha levado a imagem até ao brigue ancorado no porto de Belém. O bote passou a acompanhar a procissão a partir do ano de 1885. Apesar de o Círio de Nazaré de Belém (PA) ser o mais conhecido no Brasil, o Círio mais antigo do Brasil data de 8 de setembro 1630 na cidade de Saquarema no Estado do Rio de Janeiro. Após noite tempestuosa a miraculosa imagem de Nossa Senhora de Nazareth foi encontrada por pescadores nos penedos que separa o mar da lagoa onde hoje se encontra a Igreja Matriz. Segundo a lenda, a imagem sempre retornava aos penedos onde foi encontrada, e por este motivo, os religiosos da época acreditando ser um sinal dos céus, resolveram dar início a construção de primeiramente uma capela, que mais tarde deu lugar ao templo atual.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Dia de Nossa Senhora do Rosário

Nossa Senhora do Rosário, de Caravaggio- 1607.
Hoje, comemora-se o dia de Nossa Senhora do Rosário (ou Nossa Senhora do Santo Rosário ou Nossa Senhora do Santíssimo Rosário). Esse título caracteriza a aparição mariana a São Domingos de Gusmão em 1208 na igreja de Prouille, em que Maria dá o rosário a ele.

Passou-se a comemor a festa de Nossa Senhora do Rosário nesta data, que tem classificação litúrgica e memória universal, após as reformas do Concílio Vaticano Segundo. Antes  comemorava-se a festa de Nossa Senhora da Vitória, pois o dia 07 de outubro é o aniversário da Batalha de Muret.

Em agradecimento pela vitória da Batalha de Muret, Simon de Montfort construiu o primeiro santuário dedicado a Nossa Senhora da Vitória. Em 1572 Papa Pio V instituiu "Nossa Senhora da Vitória" como uma festa litúrgica para comemorar a vitória da Batalha de Lepanto. A vitória foi atribuída a Nossa Senhora por ter sido feita uma procissão do rosário naquele dia na Praça de São Pedro, em Roma, para o sucesso da missão da Liga Santa contra os turcos otomanos no oeste da Europa.

Em 1573, Papa Gregório XIII mudou o título da comemoração para "Festa do Santo Rosário" e esta festa foi estendida pelo Papa Clemente XII à Igreja Universal.

Fonte: Wikipédia

terça-feira, 4 de outubro de 2011

CURIOSIDADE - ORIGEM DA PALAVRA UAI


Segundo o odontólogo Dr. Sílvio Carneiro e a professora Dorália Galesso, foi o presidente Juscelino Kubitschek que os incentivou a lhe pesquisar a origem.

Depois de exaustiva busca nos anais da Arquidiocese de Diamantina e em antigos arquivos do Estado de Minas Gerais, Dorália encontrou explicação provavelmente confiável.
Os Inconfidentes Mineiros, patriotas, mas considerados subversivos pela Coroa Portuguesa, comunicavam- se através de senhas, para se protegerem da polícia lusitana.
Como conspiravam em porões e sendo quase todos de origem maçônica, recebiam os companheiros com as três batidas clássicas da Maçonaria nas portas dos esconderijos.

Lá de dentro, perguntavam:
- Quem é ? – e os de fora respondiam:
- UAI – as iniciais de ‘União, Amor e Independência’ .
Só mediante o uso dessa senha a porta seria aberta aos visitantes.

Conjurada a revolta, sobrou a senha, que acabou virando costume entre as pessoas das Alterosas.
Os mineiros assumiram a simpática palavrinha e, a partir de então, a incorporaram ao vocabulário cotidiano, quase tão indispensável como ‘tutu’ e ‘trem’. Uai sô…
A material acima saiu no Jornal Correio Brasiliense.

SÃO FRANCISO DE ASSIS


Viveu de 1181 a 1226. Um dos mais amados e populares santos do mundo. Chamado de "O Pobre Homem" "Il poverello" . Nascido em Assisi, na Itália e filho de Pedro Bernadone, um rico comerciante de sedas , Francisco passou sua juventude a procura de prazeres e era uma figura popular entre os jovens de Assis. Em 1202 ele foi convocado e foi para a guerra e foi tomado prisioneiro Em 1205 ele teve visões e fez uma peregrinação a Roma no ano seguinte. Quando voltou a Assis ele foi denunciado pelo pai como um lunático e o pai o deserdou. Francisco foi para igreja de São Damiano que estava quase em ruínas e a reparou com a ajuda de amigos e seguidores. Em Pontiuncula, uma pequena Capela ele dedicou-se ao cuidar dos pobres. Em 16 de abril de 1209 ele fundou a Ordem dos Franciscanos. Em 1210 ele recebeu a aprovação do papa Inocencio III, numa dramática audiência papal. Santa Clara também de Assis passou a segui-lo em 1212 e fundou a ordem das Clarissas. Francisco tentou ir para a Síria e Marrocos de 1212 a 1214 mas não conseguiu . Ele obteve a Pontiuncula Indulgencia do papa Inocencio III e começou a regulamentar a sua Ordem e as exigência para ser membro dela. Uma das exigência era a pobreza total e a obediência total. Em 1212 Santa Clara e ele e fundaram a ordem das Clarissas Pobres. São Francisco e 5000 franciscanos foram ao encontro papal de 1212 e Francisco foi para o Egito e passou a pregar para os muçulmanos. Ele encontrou-se como o Sultão Malik al-Kamil em Damietta,Egito .O Sultão reconhecendo Francisco como um homem santo não permitiu que ninguém o prendesse, mas ele não fez nenhuma conversão no Egito. Francisco retornou a Itália porque membros da ordem estavam mudando suas regras original para abranda-las. Ele procurou a ajuda do Papa para proteger as suas regras e este enviou Francisco por toda a Europa e Oriente Médio. Em 1223 Francisco se aposentou como superior da ordem .Ele construiu um pequena Creche no natal naquele ano e foi o fundador do costume de se fazer presépios para adornar as igrejas no natal.

Em 14 de setembro de 1224 enquanto orava na ermida de Monte Alvernia ele recebeu os estigmas (estigmatas). Ele morreu dois anos mais tarde em 3 de outubro de Assis e foi canonizado em 1228. Nunca se ordenou porque não se considerava digno do sacerdócio. São Francisco de Assis teve um grande impacto na vida religiosa da igreja.Sua vida foi caracterizada por uma adoração a Jesus de uma maneira alegre, jovial e reverenciava a natureza e a sua preocupação com os doente e pobres era enorme.
A Ordem dos Franciscanos é uma das maiores e mais fortes da igreja junto a dos jesuítas, dominicanos e beneditinos. Ele é mostrado na arte litúrgica com o seu habito, as estigmatas e algumas vezes com um crucifixo com azas. Ele também as vezes é, mostrado dando sermões a animais e pássaros.
Sua festa é celebrada em 4 de outubro.

A primeira regra de São Francisco é a pobreza.Se você ver um relógio no pulso de um franciscano pode saber: não é dele, é da ordem .Eles não podem possuir nada, como os jjesuítas.
São Francisco deu tudo que tinha e amava todas as criações de Deus e tinha um grande amor a natureza e é o padroeiro da Ecologia. Seu amor valeu a ele a conhecida oração "Cântico das Criaturas" e Irmão Sol".
Seu amor a paz e sua estima por Jesus fez ele fazer uma nova versão do "Pai Nosso"

Ele é considerado o inventor do presépio. Fazendo o primeiro em 1223.

domingo, 2 de outubro de 2011

ENCONTRO DOS SOLTEIROS

Encontro de Solteiros (as), Viuvos (as) e Separados (as) promovido pela Paróquia de Ondina no dia 23/10/2011, domingo, durante todo o dia no colégio N.S.da Luz na Pituba. Venha, se inscreva.