"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Jornal de Setembro

Saiu o jornal de setembro! Leia a edição impressa na sua comunidade ou acessando o link abaixo:

http://issuu.com/pascom.ondina/docs/jornal_de_setembro_com_complemento


terça-feira, 28 de agosto de 2012

26 de agosto – Dia do Catequista

Existem muitos irmãos(ãs) que não se abrem à Palavra de Deus, por não ter encontrado ainda quem lhes anuncie Suas maravilhas! Queremos convidá-lo(a) para ser catequista e descobrir como é bom servir ao Senhor! 

Catequista é aquele(a) que se faz instrumento para que a Palavra de Deus ecoe! No domingo, louvamos a Deus por nossos Catequistas na missa das 19h, na Matriz. 
Parabenizamos a todos os catequistas! Acolham nosso abraço de gratidão por terem respondido com generosidade ao chamado de Deus. Que a força do Espírito Santo continue a suscitar-lhes a fé e o compromisso de anunciar a Palavra de Deus!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Missa das crianças na Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes - Ondina

Alô, criançada! Venha participar da Santa Missa com Jesus Cristo na Eucaristia! Você, papai, mamãe e a catequista, com grande alegria vão cantar, rezar, agradecer e louvar ao Senhor! 

Esperamos vocês no dia 25 de agosto, às 16h, na Comunidade N Sra dos Navegantes – Alto da Sereia, próximo ao restaurante Sukiyaki.

Dia do Folclore

Em 1965, o Congresso Nacional Brasileiro, oficializou o dia 22 de agosto para comemoração do folclore brasileiro. Esta foi a maneira encontrada para valorizar as histórias e personagens brasileiros e se preservar a cultura popular. 

Este dia é comemorado em todo território nacional. Nas escolas e centros culturais são realizadas atividades diversas que despertam a riqueza cultural de nosso folclore: Saci-Pererê, Mula-sem-cabeça, Curupira, Boto, etc. São também valorizadas as danças, brincadeiras e festas folclóricas.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Assunção de Nossa Senhora

No dia 19 de agosto celebramos a Assunção de Nossa Senhora aos céus. Em 1950, o Papa Pio XII, através da Constituição Apostólica Munificentissimus Deus disse: "A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial." 

A Virgem Maria foi tomada pelos anjos e colocada no palácio real da glória. Não subiu ao Céu, como fez Jesus, com a sua própria virtude e poder, mas foi erguida por graça e privilégio, que Deus lhe concedeu como Virgem antes do parto, no parto e depois do parto, como Mãe de Deus! Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

CONVITE ESPECIAL DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO

Prezado paroquiano, desejando entronizar a imagem (estampa ou escultura) do Sagrado Coração de Jesus em seu lar com a consagração de sua família, agende com a coordenação: Mª José – 3247-4308 / 8868-4714  Mª Rita – 3247-8758 / 8841-6844.

"A Entronização do Sagrado Coração de Jesus, é a entronização do Amor divino no lar. Consiste mo compromisso explícito, da família, de viver o Evangelho e ter JESUS CRISTO como SENHOR E REI de cada uma das pessoas, pela obediência às leis de DEUS, na fé, na esperança e na caridade. O gesto da Entronização consiste em colocar a imagem de JESUS em lugar de honra da casa, para recordar a sua presença permanente no lar. A imagem traz em destaque o Coração como símbolo do amor. É um sinal que nos lembra o amor que JESUS tem por nós, e que devemos revelar ao mundo através da nossa própria vida de amor em família. Não se faça, porém, apenas um ritual. É necessário que o gesto seja expressivo de uma vontade decidida de viver o Evangelho; de cumprir plenamente os compromissos do Batismo, da Crisma e do Matrimônio; de amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como JESUS amou. É necessário viver a Religião de uma maneira viva a esclarecida, em que as pessoas estejam abertas para a Comunidade, procurando superar todo egoísmo e todo pecado. Criar um ambiente de família onde o amor predomine, haja um ambiente educacional voltado para Deus e para os valores eternos. Ambiente onde se cultive a fé, onde a família tenha hábitos de oração e vivência plena do Domingo, dia do SENHOR. A entronização assim vivida e entendida será certamente um meio de salvar a família e a sociedade." 

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Curso de Avivamento e Formação do Apostolado da Oração

O Apostolado da Oração convida membros e simpatizantes para curso de Avivamento e Formação, sempre das 19h30 às 21h, na Matriz. Inscrições: 8868-4714 / 3247-4308.

Programação:

15/08 - Origem, Organização, Estatutos, Símbolos, Objetivos do Apostolado da Oração. 
                                                                                                                                     
19/09 - As 12 Promessas do Sagrado Coração de Jesus a Sta Margarida Mª Alacoque. 
                                                                                                                                             
17/10 - Oferecimento Diário e Orientações atuais propostas ao Apostolado da Oração.

domingo, 12 de agosto de 2012

Dia dos pais - 2º Domingo de agosto

No Brasil, comemora-se no segundo domingo do mês de agosto, o dia dos Pais, a partir de 1955. A origem disso não foi aqui no Brasil, alguns afirmam que foi na Babilônia, por um jovem chamado Elmesu, a partir da criação de um cartão em argila, que desejava sorte, saúde e longa vida ao seu pai. 

Outros dizem que foi em 1909, nos Estados Unidos, quando Sonora, motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, resolveu criar um dia dedicado aos pais. 

Enfim, considerados os heróis, guerreiros e reis das famílias, o que os pais gostam mesmo de ganhar é o orgulho de seus filhos!

E que o nosso grande DEUS, que é PAI de todos nós, nos abençoe, nos ilumine e nos guie sempre no bom caminho, o caminho do bem!

São Roque, exemplo de amor ao Senhor!


Neste mês de agosto a Igreja festeja São Roque, padroeiro dos doentes, e conhecido como o “bom samaritano”. A festa que acontece dia 16 de agosto é uma tradição na região do Engenho Velho da Federação e Federação. 

Nesta manifestação de origem católico-portuguesa é realizada missa, tríduo e solene procissão em louvor ao segundo padroeiro da Igreja de São Lázaro. É forte a participação do povo de santo, com lavagem da escadaria da igreja de São Lázaro. 
Conta-se que São Roque nasceu no século XIII na França, em Montpellier, e era filho do governador. Estudou nas melhores escolas da cidade e provavelmente cursou a Faculdade de Medicina. O jovem Roque perde os pais, mas decide, ao invés de administrar os bens e patrimônios da família, seguir as palavras de Jesus. Distribui seus bens e deixa a cidade para deparar-se com a epidemia da peste negra, ele apresenta-se para ajudar os doentes como o Bom Samaritano.

O Tríduo preparatório será nos dias 13, 14 e 15 de agosto, às 8h.

Confira a programação do dia16 de agosto:

5h - Alvorada
6h - Terço dos Homens
7h - 1ª Missa
9h - 2ª Missa
11h - 3ª Missa
15h - Missa presidida por Dom Murilo S.R. Krieger, scj
16h - Procissão pelas ruas de São Lázaro e Federação
17h - Benção do Santíssimo e Encerramento

O Santuário está aberto todos os dias. Informações (71) 3247-4972


Semana da Família

A Pastoral Familiar promoverá a “Semana Nacional da Família 2012” da Paróquia da Ressurreição do Senhor – Ondina. “A Família: O trabalho e a festa” será o tema.

Queremos convidá-lo para que junto de sua família, em favor da proteção e valorização das famílias brasileiras, participem conosco!

    Domingo 12/08 – Matriz  - A família de Nazaré, exemplo para nossa Família
    Segunda 13/08 – S. Lázaro - A família e a superação das dificuldades
    Terça 14/08 – Matriz - Adoração ao Santíssimo Sacramento
    Quarta 15/08 – Matriz - Maria e a família
    Quinta 16/08 – Com. Coração de Maria - Trabalho, desafio para as famílias
    Sexta 17/08 – Com. Coração de Jesus - Trabalho, recurso para as famílias
    Sábado 18/08 – Com. N Sra dos Navegantes - Festa, tempo para o Senhor
    Domingo 19/08 – ISBA (8h) - A família gera vida
                              Matriz (19h) - Festa, tempo para a família e a comunidade

10 de agosto, "dia do Diácono”


Se no dia 04 de agosto a Igreja comemora o "dia do Padre" ao celebrar a memória do Cura d"Ars, no dia 10 de agosto é a vez de celebrar o "dia do Diácono", na festa de São Lourenço, mártir e patrono dos diáconos. De São Lourenço recordamos o seu testemunho a respeito dos "bens" da Igreja: “a riqueza da Igreja são os pobres!” Na Paróquia da Ressurreição do Senhor, temos a alegria de ter como diácono, Paulo Gabriel. 

Parabéns a todos os diáconos que acolhendo o convite do Senhor, colocam-se a serviço da Igreja!
Dom de Deus
Imprescindível para a Igreja
Apóstolo das novas fronteiras de missão
Chamado a ser para todos, sinal do Cristo servo
Operário incansável da Messe
Nobre arauto do Evangelho e testemunha da Caridade.
Ouvido, boca, coração e alma do Bispo.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Retiro dos Servos de N Sra do Perpétuo Socorro

Momento de adoração - Retiro Espiritual da Paróquia de Ondina 2012 - Casa das Irmãs Mercedárias.
O Retiro acontecerá no dia 11 de agosto, na área externa da Igreja Santo Antônio da Barra, das 9h às 16h, com direito a almoço e lanches. 

Quem já é Servo ou quem deseja ser, quem se identifica ou deseja aprofundar-se na devoção, não deve perder! Será um dia “especial”. Inscrições na Secretaria da Paróquia.

Participe do Jantar Dançante!


A Equipe do ECC (Encontro de Casais com Cristo) está promovendo mais uma edição do Jantar Dançante, que acontecerá no dia 11 de agosto no Salão de festas da Paróquia

O ingresso custa R$ 20,00, com direito ao jantar, e toda a arrecadação será em prol do 30º ECC (Encontro de Casais com Cristo).

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Transfiguração de Jesus

Foto:  http://www.aveluz.com

A Transfiguração de Jesus na Bíblia é descrita nos Evangelhos sinópticos. Jesus subiu a um monte para orar com Pedro, Tiago e João e ali, os discípulos tiveram a visão de Jesus conversando com os profetas Moisés e Elias.

De acordo com o relato contido no Evangelho segundo Mateus (Mt17, 2) consta que o rosto de Jesus resplandecia como o Sol, e a suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Esta curiosa passagem é também comentada pelo próprio Pedro (2 Ped1, 17-18), havendo nestas fontes o testemunho de uma voz que confirmava ser Jesus, o Filho de Deus. Também relatado nos Evangelhos (Mt 17:5-6, Mc 9:7 e Lc 9:35). 

domingo, 5 de agosto de 2012

Tome Nota - Agosto 2012


Editorial - Jornal de Agosto

O pároco com a Palavra

A Vocação!
Caríssimos irmãos e irmãs,
Caros leitores,
Amados paroquianos da família da Ressurreição do Senhor;

O mês de agosto conforme costume da Igreja no Brasil é dedicado à oração, reflexão e ação nas comunidades sobre o tema: Vocações. Primeira semana: Vocação para o ministério ordenado: Diáconos, Padres e Bispos.  Segunda semana: Vocação para vida em família (atenção especial aos pais).   Terceira semana: Vocação para vida consagrada: Religiosos(as), Consagrados(as) e leigos(as). Quarta semana: Vocação para os ministérios e serviços nas comunidades, ou seja, leigos nas pastorais, grupos e movimentos. (Diretório da Liturgia da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos No Brasil – Ano 2012 página 139).

Por isso, como seguidores de Jesus, durante este mês de agosto devemos refletir mais de perto sobre o tema das Vocações, pois é um tempo propício para contemplarmos verdadeiramente o sentido das nossas vidas. Vocação, em sentido mais preciso, é um chamamento, um convite feito a cada um de nós pelo próprio Cristo Jesus, e significa que anterior a nós há um chamado, uma escolha pessoal que vem de Deus, a quem devemos seguir com total empenho, amor e dedicação.

Para abrir este mês das Vocações lembramos que no dia primeiro de agosto celebramos a festa de Santo Afonso Maria de Ligório, Doutor da Igreja, ele fundou a congregação religiosa dos Missionários Redentoristas (que a tantos anos trabalha nesta Paróquia da Ressurreição do Senhor), no dia 09 de novembro do ano de 1732, em Scala na Itália. Santo Afonso aos 16 anos de vida já estava formado em Direito Civil e Canônico pela Universidade de Nápoles, como advogado ele logo conseguiu fama, mas abandonou tudo para se dedicar ao chamado de Deus através da vida consagrada. Viva Santo Afonso! 

Sendo assim, devemos reconhecer que Vocação é chamado e resposta. É uma semente divina ligada a um sim humano. Essa escolha pessoal, de amor, é concretizada de uma forma bem objetiva no Sacramento do Batismo, que por isso se torna fundamento e fonte de todas as Vocações. Reafirmamos a importância sobre a reflexão da nossa vocação, descobrindo nosso papel e nosso compromisso com a Igreja e a sociedade. Reflexão que deve nos levar à ação, vivenciando no dia-a-dia o chamado que o Pai nos faz.

Que estas celebrações do mês vocacional nos tragam as bênçãos do Pai para vivermos a nossa vocação sacerdotal, religiosa ou leiga, pois, todas elas são importantes e indispensáveis, e nos levam à santidade. Que em nossas orações diárias rezemos por todas as vocações, especialmente as vocações religiosas, pois a Messe é grande e poucos são os operários.

Que Deus abençoe a todos! Com fraterno abraço,
Pe. Cristóvão Przychocki CSsR

04 de Agosto - Dia do Padre e de São João Maria Vianney


No dia do Padre e de São João Maria Vianney, em homenagem aos abnegados e honrados sacerdotes, por tantas vezes desprezados em sua missão, segue resumo da Carta do Padre Martin Lasarte – SDB - ao New York Times

“Uma árvore que cai faz mais barulho do que milhares que estão crescendo”

Sou um simples sacerdote católico que se sente orgulhoso e feliz com sua vocação. Fui missionário em Angola por 20 anos. Tenho lido frequentemente na mídia, mas acima de tudo em seu jornal, sobre o tema dos padres pedófilos. Isto é feito, frequentemente, com interesse mórbido, caçando detalhes na vida dos sacerdotes. Sem dúvida todos estes casos são condenáveis! 

Há jornalistas que apresentam uma imagem bem pensada e equilibrada, mas outros exageram, enchendo os seus relatórios com preconceitos e ódio. Não há dúvida de que a Igreja deve estar do lado daqueles que são fracos e mais vulneráveis e todos os esforços que podemos tomar para prevenir e proteger a dignidade das crianças devem sempre ser uma prioridade absoluta. No entanto, é curioso que há poucas notícias e falta de interesse para com os milhares de sacerdotes que sacrificam suas vidas para os desfavorecidos.

Parece-me que o jornal está desinteressado no fato de que eu tenha que transportar de Cangumbe para Lwena (Angola), muitas crianças esqueléticas e esfarrapadas em estradas cheias de minas terrestres. Que tinha que enterrar dezenas de crianças mortas por causa da destruição causada pela guerra; que salvamos a vida de milhares de pessoas no México por meio do único posto de saúde que existia em uma área de 90.000 km quadrados. Que fomos capazes de educar nos últimos 10 anos para mais de 110.000 crianças.

Também não há interesse no fato de que, com outros padres, ajudamos cerca de 15.000 pessoas em campos de guerrilha. Não foram manchetes quando um velho padre de 75 anos, Padre Roberto, esteve na cidade de Luanda cuidando de crianças de rua, desintoxicando-as de gasolina que inalaram enquanto tentavam ganhar a vida como lança-chamas.

Não é notícia que mais de 6.000 religiosos deixaram seu país para servir em leprosários, hospitais, campos de refugiados, orfanatos, escolas para os muito pobres, centros de acolhimento para aqueles que são HIV positivo, etc... Ou, sobretudo, dão a sua vida em paróquias e em missões. Não é notícia quando o Padre Marc-Aurele, a fim de salvar as crianças durante a guerra em Angola, foi morto a tiros em uma saraivada de balas. 

Uma árvore que cai faz muito mais barulho do que mil que estão crescendo. Criamos muito mais barulho sobre um padre que comete um erro que mais de mil que dão suas vidas para os pobres e negligenciados.

Não tenho a pretensão de defender a Igreja e os sacerdotes. Um padre é simplesmente um homem normal que tenta seguir Jesus e servi-Lo nos irmãos e irmãs. Ele tem fraquezas e falhas como qualquer ser humano, mas também tem beleza e dignidade como todos. Para focar um tema doloroso de uma forma obsessiva e como perseguição e esquecer o quadro mais amplo, cria uma caricatura realmente ofensiva do sacerdócio católico pelo qual eu me sinto ofendido.

Peço-lhe apenas, meu amigo jornalista, para procurar a Verdade, o Bem e o Belo. Isso faria honrar a sua profissão.

Obs. O diário norte-americano, que liderou a campanha contra a Igreja e o Papa não respondeu ao Padre.



sábado, 4 de agosto de 2012

04 de agosto - Aniversário de Padre Aloísio

No dia 04 de agosto, Pe Aloísio completou 29 anos de vida, e quase 4 de sacerdócio. 
É Vigário Paroquial de Ondina. Coordena a Pastoral Juvenil Vocacional Redentorista, em nível de Vice Província Redentorista da Bahia, e é um garimpeiro de jovens para o ministério do sacerdócio, pois a Messe é grande... 

É um Missionário Redentorista de extremo valor. Dócil, mas seguro nas palavras e atos. 



Nossa comunidade paroquial seria bem mais pobre sem a presença do Pe Aloísio, cuja vida foi dada por Deus, mas teve o zelo dos seus abençoados pais. Às 18 h ele celebrou a Santa Missa, onde recebeu homenagens dos paroquianos e de seus pais e parentes. Padre Aloísio agradeceu a todos e falou sobre o prazer de ser um sacerdote. 


Depois, todos subiram para o salão de festas para uma singela comemoração.


Confira mais fotos!

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

01 de Agosto - Dia de Santo Afonso Maria de Ligório

Santo Afonso Maria de Ligório, bispo, escritor, poeta, musicista, Doutor da Igreja, foi fundador de uma das mais ativas e numerosas congregações religiosas: os Padres Redentoristas. Nasceu perto de Nápoles, Itália, em 1696, filho de e nobre família de Nápoles. 

Do pai herdara uma vontade férrea, inteligência viva e perspicaz, enquanto que a mãe plasmou seu coração para a fé a bondade. Seu pai destinou-o aos estudos das artes liberais, das ciências exatas, das disciplinas jurídicas, conseguindo Afonso, rápido e surpreendente progresso. Aos dezesseis anos, doutorou-se em Direito Civil e Eclesiástico. 

Orgulhoso do brilhante futuro que se abria ao filho, seu pai já tinha lhe preparado uma noiva, rica e nobre, mas no coração de Afonso, já havia a graça divina aberto profundos sulcos, e inspirado outras rotas de grandeza. Como advogado, já de renome, recebeu uma causa de grande importância do Duque Orsini contra outro príncipe, o grão-duque de Toscana. Meticulosamente nosso advogado estudou o processo, reviu os autos, conferiu documentos. Fez uma brilhante defesa! 

Porém, Afonso reconheceu que se enganara e exclamou: "Ó mundo falaz, agora eu te conheço! Adeus tribunais!". O jovem e brilhante advogado abandonou definitivamente a advocacia para dedicar-se às causas mais nobres na seara evangélica. Completou os estudos de teologia e foi ordenado sacerdote aos trinta anos. Esta mudança custou-lhe renhidas lutas com o pai, que não podia conformar-se com a escolha feita pelo filho, renunciando aos títulos de nobreza e à rica herança da família. 

Afonso colocou suas altas qualidades de ciência e de oratória a serviço de Cristo, dedicou-se, sobretudo à pregação, com o lema: "Deus me enviou a evangelizar os pobres". Pensou seriamente em ir para as missões pagãs, entretanto, os planos de Deus terminaram por conduzi-lo a um convento de irmãs em Scala, perto de Amalfi, para onde foi por ter adoecido, e necessitar de repouso. Nesse convento, havia a Irmã Maria Celeste Crostarosa que se destacava por sua virtude. A 03 de outubro de 1731 revelou-lhe a Irmã, a visão que tivera: Afonso estava designado por Deus para fundar uma Congregação. 

Começou então o duelo entre Deus e sua humildade. A luta foi um verdadeiro martírio para Afonso. A santa Irmã chegou mesmo a intimá-lo: "Afonso, Deus não o quer em Nápoles; chama-o para fundar um novo Instituto". Resolvido a isto, depois de ter sido orientado por seu confessor Facoia, mais tarde bispo, fundou Afonso em Scala, a 09 de novembro de 1732, a Congregação dos Padres Redentoristas, que no começo tinha o nome de Instituto do SS. Salvador. Os primeiros companheiros de Afonso eram todos sacerdotes, e logo começaram a dedicar-se à pregação. Não tardou aparecer desunião nas idéias, queriam uns que o Instituto além da pregação, se dedicasse também ao ensino. Afonso insistiu na exclusividade da pregação aos pobres, às regiões de gente abandonada, na forma de Missões e Retiros. Venceu seu ponto de vista. 

Em 1749, o Papa Bento XIV aprovou as Regras do Instituto, que tinha por fim a imitação de Jesus Cristo e a pregação de missões e retiros de preferência à classe mais abandonada. À frente de seus súditos percorreu cidades e vilas do Sul da Itália, convertendo pecadores, reformando costumes, santificando as famílias. Era um facho ardente que deixava em chamas de amor divino os lugares por onde passava. Mais do que sua palavra, pregava com seu exemplo de virtude, de penitência, de caridade e de santa inocência. As cidades disputavam Afonso como pregador. Um dia chegou ao seu conhecimento, que o queriam nomear arcebispo de Palermo. Pediu orações para que se evitasse "o grande escândalo" desta nomeação. 

Mas, em 1762, o Papa Clemente XIII impunha-lhe a mitra de Santa Águeda dos Godos. "Vontade do Papa é a vontade de Deus", disse o santo, e curvou a fronte. Durante 13 anos pastoreou sua Diocese, reformou-lhe o clero, os costumes, as Igrejas. Outra se tornou a vida religiosa nos mosteiros e conventos. Em 1775, a seu pedido, o Papa Pio VI livrou-o do bispado. Após longo martírio no corpo e na alma morreu calmamente no Senhor a 1º de agosto de 1787, na idade de 91 anos. Em 1816 foi declarado beato. 

Foi canonizado em 1839 por Gregório XVI. Santo Afonso foi um prodigioso escritor. Nos seus últimos doze anos de vida para não faltar ao programa que se propusera quando jovem, de não perder tempo jamais, dedicou-se à redação de livros, enriquecendo a coleção de obras ascéticas e teológicas. Deixou para os sacerdotes a sua célebre Teologia que lhe deu o título de Doutor zelosíssimo. As obras de Santo Afonso têm a perenidade das fontes seculares, livros cheios de verdadeira e ungida piedade, tais como as Meditações sobre a Paixão do Salvador, Glórias de Maria, Visitas ao SS. Sacramento, Tratado sobre a Oração. 

Foi historiador, apologista, pregador, poeta e exímio musicista. A devoção popular muito deve às canções por ele escritas e musicadas. Até hoje no tempo de Natal, é comum escutar "Tu Scendi dalle Stelle" - Tu desces das estrelas.