"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

quarta-feira, 10 de abril de 2013

O silêncio do Papa Emérito

Pe. Cristóvão Dworak, CSsR 
kdworak@hotmail.com 

A renúncia do Papa Bento XVI surpreendeu o mundo. Falou-se muito a respeito, diversas interpretações do acontecido foram apresentadas, as portas do Castel Gandolfo foram fechadas. O Papa Emérito silenciou. A grande imprensa mundial passou então a falar do conclave e dos possíveis candidatos para suceder Pedro. O Papa Emérito permanecia em silêncio, ministrando mais uma lição: diante do Mistério é preciso silenciar. 

O silêncio é necessário para aprender a dialogar com Deus, é indispensável para ouvir o Verbo, é fundamental para fazer um caminho de discernimento, é parte da ritualidade da celebração cristã. Ele nasce do silêncio do Cristo na Cruz, interrompido por um grande grito: “Está consumado” (Jo 19,30). Ele nasce também do silêncio do túmulo vazio na madrugada da ressurreição. É preciso que, a partir do silêncio dos nossos templos ressoe com clareza a voz de fé: “Cristo, ressuscitou. Aleluia!”.

O silêncio não é a ausência da palavra. Ele faz valorizar a voz de Deus, a voz da consciência, a voz da Igreja e a voz da própria natureza. Da contemplação silenciosa do mistério da ressurreição nasceu, entre os Apóstolos, a convicção de que: “Não podemos, nós, deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos” (At 4,20). O mistério do Ressuscitado deve ser proclamado.

Por isso, a verdade sobre o ser humano não pode ser silenciada, a voz da família não pode ser calada, o grito dos excluídos não pode ser abafado, o clamor dos doentes nos hospitais e casas de saúde, abandonadas pela falta de “verba”, não pode ser ignorada pela gritante propaganda dos “benefícios” das arenas construídas e inauguradas em tempo recorde.

O silêncio do Papa Emérito continua falando. A oração silenciosa da Praça de São Pedro incentivada pelo Papa Francisco ecoou no universo. O Mistério necessita do silêncio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário