"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sábado, 29 de junho de 2013

Devotos foram agradecer àquela que os ajuda na caminhada


Devotos agradem à Mãe do Perpétuo Socorro


Igreja cheia, devotos vestidos com uma linda camisa produzida para a ocasião, emoção no ar. Assim foi a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro realizada na Paróquia no último dia 27 de junho, uma quinta-feira, às 18h, na Igreja Matriz.

A missa festiva foi presidida pelo pároco, padre Cristóvão Przychocki, e concelebrada pelo padre Geraldo Camargo, redentorista que já trabalhou na Paróquia e atualmente cuida da formação dos jovens vocacionados e seminaristas em Bom Jesus da Lapa.

Foi dele a homilia que ressaltou a fé e o cuidado maternal, próprios daquela que é considerada a Mãe da Misericórdia. “Hoje celebramos Nossa Senhora sob o título de Perpétuo Socorro. Celebrar essa festa é renovar nossa vida na fé. Nossa Senhora foi a primeira cristã porque foi a primeira a construir intimidade com Cristo de maneira completa”, explicou ele.

Padre Geraldo Camargo


Padre Camargo lembrou, ainda, que podemos nos espelhar no exemplo deixado pelos santos, que tiveram uma grande devoção a Nossa Senhora diante da sua admirável obediência aos desígnios de Deus. “Fazer a vontade de Deus deve ser uma prioridade como foi para Nossa Senhora. Quem ama a Deus ouve sua Palavra e a coloca em prática, e Maria fez isso de maneira profunda”, destacou ele. O religioso concluiu desejando que "Nossa Senhora conceda a todos a graça de viver sempre na perseverança da fé em nosso Senhor Jesus Cristo".

No final da missa, padre Cristóvão agradeceu aos presentes, em especial as pessoas das comunidades que formam a Paróquia, onde também são realizadas Novenas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. “Trabalhemos para que essa devoção cresça cada vez mais”, pediu ele, convidando ao altar os jovens vocacionados que se encontravam em Salvador participando de um pré-estágio para o seminário. Eles se apresentaram para a assembleia, sendo calorosamente saudados com palmas.

Padre Cristóvão e os jovens vocacinados


Diante da imagem de Nossa Senhora, erguida em um pequeno andor por quatro homens, os vocacionados e aniversariantes da semana foram agraciados com uma Ave Maria e, após a bênção final, se dirigiram para a confraternização realizada no auditório, a base de mingaus de vários sabores e o tradicional arroz doce, geralmente servidos após a Novena Perpétua, realizada toda quarta-feira, às 18h, na Igreja Matriz.

Confira mais fotos do evento no face da Paróquia: https://www.facebook.com/paroquiaondina/photos_stream

Por Silvana Lima - Membro da PASCOM


quinta-feira, 20 de junho de 2013

História do cânon bíblico – Parte Final



Pe Antônio Niemiec CSsR 

Por volta do ano 100 d.C, em um Sínodo na cidade de Jâmnia, na Palestina, os judeus estabeleceram as regras que caracterizariam os livros sagrados, canônicos (inspirados por Deus). Não reconheceram os livros que não obedeciam a estes critérios: 
(1) O livro não poderia ter sido escrito fora do território de Israel; 
(2) Não poderia conter passagens ou textos em aramaico ou grego, apenas em hebraico; 
(3) Não poderia ter sido redigido após a época de Esdras; 
(4) Não poderia contradizer a Lei de Moisés (Pentateuco). 


Acontece, que já no séc. III a.C, em Alexandria (Egito), os judeus fizeram a tradução grega do AT, chamada Septuaginta ou Versão dos Setenta (LXX). Essa tradução dos livros do AT, do hebraico para o grego, foi feita por setenta e dois sábios em virtude da existência de uma grande comunidade judaica nessa cidade que já não mais compreendia a língua hebraica, e falava apenas o grego. 

Como os livros do AT escritos pelos judeus do Egito não foram reconhecidos pelo Sínodo de Jâmnia, entre os judeus no início da era cristã, havia dois cânones: o restrito, da Palestina, e o amplo, de Alexandria. 

Os livros do AT não reconhecidos pelo Sínodo de Jâmnia e que aparecem na tradução dos Setenta são: Tobias, Judite, Baruc, Eclesiástico, Sabedoria, 1Macabeus e 2Macabeus, além das seções gregas de Ester e Daniel. Eles chamados de deuterocanônicos, em virtude de não terem sido unanimemente aceitos. 

A Igreja Católica, desde o seu início, utilizou a tradução grega do AT chamada Septuaginta (LXX). 

Os apóstolos e evangelistas ao escreverem o NT em grego, citavam o AT, usando a tradução grega de Alexandria. Em consequência, o cânon amplo, incluindo os sete livros já citados, passou para o uso dos cristãos. 

Com o advento da Reforma Protestante, os evangélicos - a partir do séc. XVII - seguindo a corrente dos judeus ultranacionalistas, passaram a omitir os livros deuterocanônicos do AT. Por isso, suas Bíblias possuem 7 livros a menos do que a Bíblia católica.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Vem aí o Arraiá do Peu, o primeiro São Pedro de Ondina!

O guardião dos céus abre as portas para o primeiro forró da juventude da Paróquia Ressurreição do Senhor - Ondina. E com muita satisfação todos os jovens dos grupos Redescoberta, Trilha, Iluminar e TLC fazem o convite a todos os amigos, colegas e familiares, para no dia 29 de junho, às 20h, comemorar o São Pedro de Ondina.
 
O evento terá brincadeiras, trio nordestino, muito forró e comidas típicas... Só falta você! Traga o seu povo para dançar quadrilha, os pais para apreciarem o casamento matuto e até a sogra para o sorteio do balaio (vai que ela dá sorte!). A festa é para todos! Ah! E se estiver sozinho, ou sozinha, venha também, pois o cupido falante estará lá para tentar solucionar o seu problema. Tudo isso em um ambiente divertido, amistoso, familiar e, claro, com cara de Arraiá do Peu.
 
Lembrando que o objetivo do evento é arrecadar fundos para que a juventude continue suas caminhadas de evangelização. Todos os grupos envolvidos na produção da festa realizam, ao longo do ano, diversas atividades na paróquia, como encontros, reuniões, ações sociais e tantas outras coisas e precisam se capitalizar para executar todas essas tarefas. O intuito é único de louvar, adorar e bendizer ao Senhor Jesus Cristo, com muita juventude, amor, alegria e simplicidade.
 
Colabore com o primeiro Arraiá do Peu com a sua presença e animação. Traga os pais, os filhos, os amigos e venha se divertir. O preço dos ingressos é tão simbólico que ficou para o final: apenas R$20,00, e desfrutará o “Seu melhor São Pedro!”.

Curso do Evangelho de São João

Toda quarta-feira, às 19h30, na Igreja Matriz, Ondina, acontece o Curso do Evangelho de São João. O curso ministrado pelo facilitador Fernando Santos Araújo, tem como objetivo inspirar nos participantes a fé em Jesus Cristo. 

Venha Participar!

terça-feira, 18 de junho de 2013

TOME NOTA - JUNHO 2013


Voluntários oferecem atendimentos gratuitos em nossa Paróquia

Através da solidariedade de alguns paroquianos, todos aqueles que estiverem interessados em atendimento médico e jurídico poderão contar com alguns serviços oferecidos gratuitamente em nossa Paróquia. Confira os dias e se programe!

PRIMEIRA E TERCEIRA SEGUNDA-FEIRA DE CADA MÊS

A médica, Drª Norma atende a todos que procuram atendimento médico, no 4º andar, na Igreja Matriz, em frente ao Othon.
Horário de atendimento: das 14h às 17h nas várias especialidades.

TERÇAS-FEIRAS

Atendimento jurídico das 14h às 18h com a advogada Cristiane Soares.

QUARTAS-FEIRAS

Atendimento jurídico das 14h às 18h com o advogado Mário Brito.

Maiores informações, ligue: 3235-5614 e fale com a secretaria Vívian.