"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Dia de Santa Ana e São Joaquim - Dia dos Avós!

Foto: Getty Images - Retirada do Site Mdemulher.Abril
No Brasil, comemora-se o Dia dos Avós em 26/07, tendo sido esta data escolhida em razão da comemoração do dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo. A data da festa de São Joaquim sofreu várias alterações ao longo dos tempos. Inicialmente, era celebrada no dia 20/03 associada à de São José, tendo sido depois transferida para o dia 16/08, para associar-lhe ao triunfo da filha na celebração da Assunção. A grande questão para muitos avós é como participar da vida dos netos sem deseducá-los ou tirar a autoridade dos pais. Hoje, aquela figura da avó de cabelos brancos, fazendo tricô na cadeira de balanço é coisa do passado. Os avós estão mais ativos e sempre presentes na vida de toda família. 

Na velhice, todas as faculdades físicas enfraquecem. Os olhos já não enxergam como antes; os passos agora são lentos e, muitas vezes, precisam do apoio de bengalas; os ouvidos já não ouvem bem; os dentes já não são fortes como antes; os braços já não podem fazer força, o corpo dói com facilidade porque os músculos são frágeis e todos os órgãos já estão cansados. Facilmente, a doença se instala. É aí então que a caridade de Cristo deve agir. É nesta fase que o idoso mais precisa do calor dos jovens, do seu carinho, apoio e companhia caridosa. Isto nos sugere unir de certa forma a catequese dos jovens e das crianças aos idosos. Jovens, pensem nisso! 


Conta a história que, no século I a.C., Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria. Devido à sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Ana morreu quando Maria tinha apenas três anos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus, e foi por Ele escolhida para ser mãe de seu filho Jesus Cristo. 

Conto da vovó 

A casa da vovó deve ter um jardim com rosas e margaridas; deve ficar num bairro tranquilo, onde os micos pulem fazendo alarido nas árvores e as crianças possam correr livremente pelo quintal, com seus cachorros como companhia. 
A casa da vovó deve ter uma varanda comprida, com redes coloridas e cadeira de balanço. Numa delas, vovó conta estórias que mexem com a imaginação das crianças, Chapeuzinho Vermelho, Cinderela, Branca de Neve e Ali Babá. 
A casa da vovó deve ser cheia de sonhos. Um lugar onde o lobo mau não penetra, mas a gente sabe que existe e aprende a se defender. Aprende também que a inteligência sempre vencerá a força bruta e que o Amor, um dia, vencerá o ódio. O cheiro do amor é penetrante por toda a casa, bem como o aroma do chocolate quente. 
Já imaginaram uma casa de vovó sem chocolate quente? E biscoitos de polvilho? O colo da vovó é amplo e aconchegante. Um colo sem pressa. O riso da vovó é franco, sua paciência infinita, seu amor, inesgotável. (Retirado do site "Contosecausos").

Nenhum comentário:

Postar um comentário