"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Vocação: resposta ao chamado de Deus - Parte 05

Vocação e missão dos leigos no mundo 


Muitas vezes o termo “leigo” é mal interpretado, como se leigo em qualquer assunto fosse o mesmo que ser leigo na Igreja. Leigos na Igreja são aqueles que não participam do clero, mas participam do sacerdócio em Cristo, pelo sacramento do Batismo. O laicato não tem o sacerdócio ministerial, mas sim o sacerdote régio. 

Por leigos entende-se aqui, “todos os cristãos com exceção dos membros da ordem sacra, ou do estado religioso reconhecido pela Igreja, isto é, os fiéis que, incorporados em Cristo pelo Batismo, constituídos em povo de Deus e feitos participantes, a seu modo à função sacerdotal, profética e real de Cristo, exercem na Igreja e no mundo, a missão de todo o povo cristão” (Constituição Dogmática Lumem Gentium, 31). 

É vocação dos leigos estar em missão no mundo, pois são eles que estão engajados em seus diversos setores, onde são chamados, por Cristo e pela Igreja, a ser sal e luz. Nesta esperança depositada pela Igreja em seus leigos é dever de todos que abraçam este estado de vida, propagar a fé, defender todas as diretrizes da Igreja e confirmar esta santidade, pois temos a certeza de participar ativamente dos mistérios de Cristo. 

É preciso que os que têm encargo de dar formação católica saibam assumir a responsabilidade perante a meta que foi lembrada pelo Concílio Vaticano II, e recordada com força por São João Paulo II, enquanto Papa. “Ensinar alguém, para trazê-lo à fé, é dever de todo o pregador e, mesmo, de todo o crente”. (São Tomás de Aquino). 

Deus nos chama a servi-Lo em e a partir de tarefas civis, materiais e seculares da vida humana. Deus nos espera a cada dia: no laboratório, na sala de operações de um hospital, no quartel, na cátedra universitária, na escola, na fábrica, na oficina, no comércio, no campo, em todo imenso panorama do trabalho. Também na vida política, na associação de moradores, na igreja que nos acolhe, nos nossos vizinhos e no seio do lar... Ele lá está a nos esperar! 

Principalmente Deus quer que acima de tudo, em todos estes setores sejamos verdadeiros apóstolos e testemunhas de Jesus Cristo, de tal maneira que todos sintam que Cristo vive entre nós. 
Adaptado de fragmentos do texto de Francisco Faus

Nenhum comentário:

Postar um comentário