"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Por que São Jerônimo é o “Patrono da Bíblia”?

Quem foi São Jerônimo? Foi um homem de grande cultura, era doutor nas Sagradas Escrituras, teólogo, escritor, filósofo e historiador. 

Nasceu na Dalmácia, hoje Croácia, no ano de 340. Sua família era rica, culta e de raiz cristã, era filho único e herdeiro de uma grande fortuna. Seu estilo de oração era vivenciar no deserto o encontro com Deus mediante jejuns e orações. Fortaleceu-se espiritualmente no deserto e foi para Constantinopla, lá se encontrou com São Gregório que lhe mostrou o caminho do amor pelo estudo das Sagradas Escrituras, nisto resultou a sua decisão de dedicar a sua vida ao estudo da Palavra de Deus para transmitir o cristianismo, em sua maior fidelidade, ao maior número de pessoas possível. 

Sabendo da sua vasta cultura e sabedoria, o Papa Damaso lhe confiou a missão de traduzir a Bíblia(, pela primeira vez) do hebraico e grego para o latim, língua falada pelo povo. Sua tradução foi chamada de Vulgata, ou seja, popular. São Jerônimo é sempre representado escrevendo, com muitos livros à sua volta. No mês da Bíblia, celebramos a memória do grande tradutor e exegeta das Sagradas Escrituras, é a frase: “Ignorar as Escrituras é ignorar a Cristo”. 
                                                                                                         Fonte: Pesquisa na Internet

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Narcóticos Anônimos na Paróquia de Ondina

O que é o Programa de Narcóticos Anônimos (NA)? 

NA é uma irmandade ou sociedade sem fins lucrativos, de homens e mulheres para quem as drogas se tornaram um problema maior. Somos adictos em recuperação, que nos reunimos regularmente para ajudarmos uns aos outros a nos mantermos limpos. 

Este é um programa de total abstinência de todas as drogas. Há somente um requisito para ser membro: o desejo de parar de usar. Não somos filiados a nenhuma outra organização, não temos matrícula nem taxas, não há compromissos escritos, nem promessas a fazer a ninguém. 

Qualquer pessoa pode juntar‐se a nós, independente da idade, raça, identidade sexual, crença, religião ou falta de religião. Aprendemos com nossa experiência coletiva que aqueles que vêm regularmente às nossas reuniões mantêm‐se limpos.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Pessoas que "são Bíblias"

No dia 7 de agosto de 2015, a jovem brasileira Ana Carolina Santos Cruz, de 19 anos, foi recebida pelo Papa Francisco, durante o encontro do Movimento Eucarístico Jovem (MEJ), que reuniu 2 mil representantes de diversas partes do mundo no Vaticano. 

Surpreendida pela pergunta feita pelo pontífice: "quem é melhor - Maradona ou Pelé?", ela respondeu que era Pelé, arrancando um largo sorriso do Papa e dela própria. A cena foi registrada pela mídia e, imediatamente, ganhou o mundo. Pessoas de diferentes crenças e até mesmo as que não professam nenhuma fé comentaram sobre a imagem que o Papa, mais uma vez, deixou para a humanidade: acolhimento, simplicidade, fraternidade. 

A exemplo do Papa, pessoas como São Francisco de Assis, Irmã Dulce e uma infinidade de seres humanos que o anonimato não nos deixou conhecer, vivem a vida como se tivessem a mensagem de Deus gravada em seus corações. Elas transmitem a Boa Nova com atitudes e não só com palavras, mostrando que entenderam o que Cristo pediu: "O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei." (João 15,12).

Gandhi, outro ser admirável que nos impressionou com sua conduta, define a essência do que é "ser Bíblia" em declaração a ele atribuída: 

“[...] deixem que suas vidas falem a nós, assim como as rosas não precisam falar, mas simplesmente espalhar seu perfume. Até o cego incapaz de ver a rosa percebe sua fragrância. Esse é o evangelho da rosa. Mas o Evangelho que Jesus pregava é mais sutil e aromático do que o da rosa. Se a rosa não precisa de gente, muito menos o Evangelho de Cristo. Pensemos no conjunto de pessoas suas que pregam o Evangelho. Eles espalham o perfume de suas vidas? Para mim, esse é o único critério. Tudo que espero que façam é que vivam de modo cristão; não pretendo anotar o que dizem”.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Ícone de N Sra: 150 anos - INDULGÊNCIA PLENÁRIA AOS DEVOTOS DO ÍCONE DO AMOR

Pe. José Grzywacz, CSsR 

O Papa Francisco concedeu indulgência plenária como parte das celebrações do ano jubilar. Ela está disponível para todos os que fizerem uma peregrinação, entre 27 de junho de 2015 e 27 de junho de 2016, para a Igreja de Santo Afonso, em Roma ou a qualquer igreja redentorista, em qualquer parte do mundo, para venerar o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. 

Condições para a obtenção de uma indulgência plenária: 

1. Celebração do sacramento da reconciliação 
2. Comunhão eucarística 
3. Oração segundo as intenções do Santo Padre 
4. Visita concluída com a recitação do Pai Nosso, do Credo e também orações a nossa Mãe Santíssima. 

As pessoas que por motivo de doença, idade avançada ou alguma outra razão não podem fazer a peregrinação, também poderão obter a indulgência plenária. Fazem isto, associando-se espiritualmente com as celebrações jubilares e peregrinações, num espírito de arrependimento por seus pecados e com o intuito de atender às condições habituais. Devem procurar a misericórdia de Deus, oferecendo os seus sofrimentos diante de um pequeno ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. 

O que é uma Indulgência? 

Na doutrina católica, indulgência (do latim indulgentia, que provém de indulgeo, "para ser gentil") é o perdão fora dos sacramentos, total ou parcial, "da pena temporal devida, para a justiça de Deus, pelos pecados que foram perdoados", ou seja, do mal causado como consequência do pecado já perdoado. "A remissão é concedida pela Igreja Católica no exercício do poder das chaves, por meio da aplicação dos superabundantes méritos de Cristo e dos santos, por algum motivo justo e razoável".  
O Catecismo da Igreja Católica, (número 1471), diz que a indulgência (plenária ou parcial) é a remissão (graça) da pena temporal devida pelos pecados já perdoados – o fiel recebe devidamente disposto, em certas condições, pela ação da Igreja, que distribui e aplica, por sua autoridade, o tesouro das satisfações de Cristo e dos Santos. A indulgência plenária só pode ser recebida uma vez por dia. Quem não se confessa só pode receber a indulgência parcial. Todos os fiéis podem adquirir indulgências para si mesmos ou aplicá-las aos defuntos. Na Bula Misericordiae Vultus, o Papa Francisco assim defi ne a indulgência: “é experimentar a santidade da Igreja que participa em todos os benefícios da redenção de Cristo, para que o perdão se estenda até às últimas consequências aonde chega o amor de Deus” (MV, 22). 

E-mail:jozefgrzywacz@hotmail.com 
Fones: 071 3247-4972 / 3328-7461

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Vivência prática da Palavra

Evangelizar é anunciar Jesus e isso implica conhecê-Lo. E como conhecer o Filho de Deus se não por meio da experiência do encontro? 

A Bíblia é um convite permanente para que este encontro aconteça, não só por nos fazer conhecer a história de Cristo mas, sobretudo, pela verdade que a mensagem de Jesus encerra, tocando o coração de quem faz do Livro Sagrado uma inesgotável fonte de vida. "Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas" (João 12,46). 

Através do próprio testemunho, Jesus mostra o caminho a ser seguido por cada um de nós, como um pai a nos guiar e nos amparar com a força do Seu amor, deixando em nosso íntimo o desejo de imitá-Lo, de segui-Lo. 

É dessa forma que vivemos na prática o que lemos na Sagrada Escritura. É dessa forma que vamos nos apropriando das lições aprendidas deixando que elas deem novos contornos a nossa maneira de pensar e agir. Não adianta ler a Bíblia e agir como se dela não tivéssemos conhecimento. Se a Palavra de Deus não nos libertar das nossas fraquezas e imperfeições, de nada terá valido conhecê-la.

Preparando o Jubileu de Ouro

Os preparativos para o Jubileu de Ouro continuam! 

Num final de semana, mensalmente, todas as missas celebradas na Paróquia reviverão a dinâmica da Abertura do Ano Jubilar. A cada mês, a Paróquia terá a oportunidade de se reencontrar com sacerdotes redentoristas que por ela passaram. Eles celebrarão em Ação de Graças pela caminhada paroquial nestes 50 anos. Os próximos encontros serão no dia 26/09, 18h30, na comunidade Nossa Senhora dos Navegantes, e dia 27/09, 8h, na comunidade Coração de Jesus, onde receberemos a visita de um Padre Redentorista e exibiremos o vídeo com a história da Paróquia.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Estudar a Bíblia e transbordar os seus efeitos

A sabedoria popular costuma enfatizar a máxima de que a prática leva à excelência. Seja numa atividade física, intelectual ou religiosa, a sua habilidade irá melhorar à medida que você exercitar o corpo e a mente. 

Por isso, a Palavra de Deus segue a mesma lógica. Não adianta apenas conhecer a Bíblia do início ao fim; é preciso aliar a teoria à ação. 

Somente com gestos concretos, torna-se possível colocar em prática a caridade, o amor ao próximo, a humildade e a gratidão. A própria reprodução da Palavra de Deus para alguém em aflição já significa uma ação. 

Pense sempre como traduzir os ensinamentos do Senhor de uma forma real em suas atitudes.

A Palavra de Deus na Igreja Católica

Pe. Cristóvão Dworak, CSsR 

O mês da Bíblia é uma boa oportunidade para confirmar a importância e a valorização que a Palavra de Deus tem na Igreja Católica. Na Mesa da Palavra (Bíblia) e na Mesa da Eucaristia a Igreja fundamenta e alimenta a missão, a oração e a sua ação caritativa. 

O centro inconfundível da Igreja Católica é o próprio Cristo, seu fundador e pedra angular (cf. 1Cor 3, 11). A Igreja acredita que Jesus não só está na Palavra de Deus, mas que Ele é a própria Palavra - Verbo do Pai, que “se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14). O povo de Deus é chamado a ouvir com atenção a Palavra, a modelar sua vida a partir dela (Jo 10, 3-4) e anunciá-la a todos (cf. Mt 28,19-20). Por isso: 

1º - Na Igreja, toda celebração está relacionada com a Palavra de Deus. 

2º - A Liturgia da Palavra é composta normalmente de três ou quatro leituras bíblicas: uma do Antigo Testamento, um Salmo, uma leitura das Cartas, dos Atos dos Apóstolos ou do Apocalipse e a proclamação do Evangelho. Na Vigília Pascal são proclamadas até dezessete. 

3º - É amplamente meditada na Liturgia das Horas, isto é, na oração com os Salmos feita de manhã, de tarde e de noite; assim rezava Jesus (cf. Mc 14,26; Lc 4,14-22). 

4º - As principais festas católicas têm suas origens bíblicas, porque fazem memória aos acontecimentos ligados à vida, paixão, morte, ressurreição e glorificação de Jesus Cristo e à prática eclesial que vem dos Apóstolos. 

5º - As orações litúrgicas possuem conteúdo bíblico. O mesmo vale para os cantos e hinos. Na Igreja não se canta qualquer coisa, as celebrações de fé exigem e supõem cantos e hinos de conteúdo bíblico (cf. Ef 5,19-20). 

6º - As tradicionais orações católicas como o Terço (cf. Lc 1, 28; 42-45), a celebração da Via-sacra (cf. Lc 23, 26-56), o Ofício da Imaculada (cf. Lc 1,46-5), os Reisados (cf. Mt 2, 1-12) e os Benditos foram inspirados na Bíblia. Nosso povo fiel reza e canta a Palavra de Deus. 

7º - As pinturas, imagens, esculturas e símbolos que fazem parte dos nossos templos retratam uma enorme variedade de histórias bíblicas. 

8º - Está presente na catequese, pois o amadurecimento na fé supõe o encontro com a Palavra (cf. 2Tm 3,14-17). 

9º - Tem lugar de destaque e é solenemente proclamada na Mesa da Palavra. Os livros sagrados, especialmente o Evangeliário recebem veneração. 

10º - A proclamação e a atenta escuta da Palavra de Deus é um convite para ler e estudar a Bíblia em casa, porque “por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra” (2Tm 3,17).

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

As cinco vias da Palavra

Dom Orlando Brandes 
Arcebispo de Londrina 

Setembro é o mês da Bíblia. Sofremos um analfabetismo bíblico e precisamos criar o “século da Bíblia” e tê-la todos os dias em nossas mãos. Eis as cinco vias da Palavra: 

 1 - O ouvido 

Como poderemos crer sem ouvir a pregação da fé? “Ouve, oh Israel”. Este é o mandamento divino. “Dá-nos Senhor, ouvido de discípulo”, pede o profeta Isaías. A fé entra pelo ouvido. Não podemos ser surdos ao Deus que se revela a nós como a amigos. “Quem ouve minha Palavra e a põe em prática, este é o maior no reino dos céus”, ensinou Jesus. “Hoje se ouvirdes a voz do Senhor, não fecheis o vosso curacao”, diz o livro de Samuel. A Palavra supõe a audição, o ouvido, do contrário ela cai no chão. 

2 - A cabeça 

 A Palavra exige o estudo, a teologia, o magistério e o catecismo. A fé não pode contrariar a reta razão, mas, ela vai além da razão. É preciso dar a razão de nossa fé porque a verdade e a fé são duas asas que movem o ser humano até Deus. Fé e razão se completam. O ato de fé é um ato de decisão, de opção, de adesão a Deus, a Jesus Cristo e à revelação divina. A cabeça é uma via da fé para evitar todo infantilismo, magia, engano, exploração, fanatismo e heresia no âmbito da religião. A Palavra guia nossos pensamentos e oferece critérios, valores e luzes para a razão. 

  3 - O coração 

A Palavra ouvida desce ao coração, ou seja, é interiorizada, assimilada, vivida, experimentada. É no íntimo do coração que a Palavra se faz carne em nós. Ela se torna alimento. “Toma o livro e come-o” diz a Escritura. Há uma grande fome e sede da Palavra porque ela alimenta a fé no coração dos cristãos. A fé é resposta à Palavra e compromisso assumido no centro, no interior dos corações. 

4 - As mãos 

A fé sem obras é morta. A Palavra alimenta a fé. É no testemunho, na ação, mas principalmente nos gestos de amor a Deus e ao próximo, que se manifesta nossa fé. Nossas mãos se abrem à generosidade, à solidariedade, à prática do amor pessoal e social, graças à fé. Uma fé autêntica é compromisso com a vida, a transformação, a promoção humana. Daí se entende os famosos binômios: fé e vida, oração e ação, mística e política, contemplação e transformação. A Palavra abre nossas mãos para a construção do reino, para as boas obras e o amor transformador. 

 5 - Os pés 

A Palavra é o combustível, o motor, a energia da missão. Quem tem fé não é acomodado, mas, missionário, caminhante, evangelizador. Fé com pé na estrada, pé a caminho, pé nas ruas, nas portas das casas, nas periferias e nas mansões. A fé leva ao lava-pés e a andar a pé para facilitar o encontro. De pessoa a pessoa, de casa em casa, de grupo em grupo, de nação a nação, a fé nos coloca em movimento, em ousadia missionária. Os caminhos da fé levam ao encontro com o diferente, o afastado, até o além fronteiras. A fé nos dá pés velozes que correm até os confins da terra, que nos levam ao povo. Com os pés iluminados pela Palavra caminhamos pressurosos para a casa do Pai. Pés evangelizadores que mesmo feridos e machucados nos deixam sempre de pé, especialmente, ao pé da cruz.

AÇÃO MISSIONÁRIA – VILA MATOS


Evangelizar é... espalhar as sementes do Reino! 

No dia 27 de setembro, a Paróquia Ressurreição do Senhor realizará Ação Missionária, na Vila Matos. 

Venha participar conosco!

Grupo Carismático Rainha da Paz

 Avivamento 



O Grupo da RCC Rainha da Paz da Paróquia Ressurreição do Senhor realiza Avivamento com o tema da RCC 2015: 

 “Se vivemos pelo Espírito, andemos de acordo com o Espírito”. (Gálatas 5: 25) 

Para que seja renovado e vivenciado no grupo o servir a Cristo com os Frutos do Espírito Santo, venha participar conosco! Dia 24 de setembro às 19h30, na Comunidade Matriz da Paróquia Ressurreição do Senhor. 

Que o Espírito Santo nos ilumine e conduza!

domingo, 20 de setembro de 2015

FAMÍLIA, LUGAR DE PERDÃO

Papa Francisco 

Não existe família perfeita. Não temos pais perfeitos, não somos perfeitos, não nos casamos com uma pessoa perfeita, nem temos filhos perfeitos. 

Temos queixas uns dos outros. Decepcionamos uns aos outros. Por isso, não há casamento saudável, nem família saudável sem o exercício do perdão. O perdão é vital para a nossa saúde emocional e sobrevivência espiritual. Sem perdão a família se torna uma arena de conflitos e um reduto de mágoas. Sem perdão a família adoece. 

O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente e a alforria do coração. Quem não perdoa não tem paz na alma nem comunhão com Deus. A mágoa é um veneno que intoxica e mata. Guardar mágoa no coração é um gesto autodestrutivo. É autofagia. Quem não perdoa adoece física, emocional e espiritualmente. É por isso que a família precisa ser lugar de vida e não de morte; território de cura e não de adoecimento; palco de perdão e não de culpa. 

O perdão traz alegria onde a mágoa produziu tristeza; cura, onde a mágoa causou doença.

sábado, 19 de setembro de 2015

Vem aí a Festa Baile Anos 60!

 
Festa Anos 60 - 2014

Dia 28 de novembro no Clube Espanhol, a partir das 20h, acontecerá uma festa diferente, com muita alegria. 

É a grande festa:  Baile Anos 60, já na sua 6ª edição! A ordem será: ser feliz! 

Venha participar e confraternizar-se com os paroquianos de Ondina. Os convites estão disponíveis na secretaria da Matriz e com as coordenações dos grupos que atuam na Paróquia Ressurreição do Senhor. Não perca!

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

21 anos - Comunidade Coração de Maria


A Comunidade Coração de Maria convida a todos para juntos festejarmos a data especial do seu vigésimo primeiro aniversário. 

A sua presença na celebração da missa festiva no dia 20 de setembro, às 18h, nos dará grande alegria. 

Venha comemorar conosco!

Palestras sobre o Apostolado da Oração

Venha participar das Palestras sobre o Apostolado da Oração e a Espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus e descubra a fecundidade desta devoção! 

Elas acontecerão nos dias  21/09 e 19/10. Das 19h às 20h30. 

Conteúdos: O que é o Movimento Apostolado da Oração 
                   Espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus 
                   As 12 Promessas do Sagrado Coração Jesus 
                   Recriação do Apostolado da Oração. 
As palestras acontecerão na Sala de reuniões, na Paróquia. 

Conclusão: Certificado para adesão ao Apostolado da Oração e o recebimento da fita. 

Responsáveis: Centro do Apostolado da Oração da paróquia.

domingo, 6 de setembro de 2015

RED VII foi sucesso!

Foi realizado nos dias 28, 29 e 30 de agosto, o VII Redescoberta (RED) da Paróquia de Ondina. O RED compõe a Pastoral Universitária (PU) de nossa Paróquia é voltado para jovens universitários e formados e propõe-lhes um contato mais próximo com Cristo. Foram três dias de muita felicidade e emoção para os quarenta novos membros da PU. 

No dia 02 de Setembro, na reunião de avaliação, os jovens puderam externar suas impressões sobre o encontro. "Agora entendo que sentimento é ess, de que as pessoas não largam o RED. Quero sempre fazer parte dessa família", disse Larissa Freitas.

Um detalhe sempre chama a atenção dos encontristas: a alegria em SERVIR a CRISTO, estampada em cada pessoa que trabalha nesses encontros. Gabriele Libório sentiu-se muito grata com o acolhimento. "É muito bom poder ver Cristo em cada sorriso, gesto e olhar. Nos sentimos envolvidos pelo amor de Cristo a cada momento!".

Que esses jovens descubram diariamente a alegria de ser cristão e se fortaleçam ainda mais na fé, no amor de Deus e de Maria.

Os preparativos para o Jubileu de Ouro continuam!

Num final de semana, mensalmente, todas as missas celebradas na Paróquia reviverão a dinâmica da Abertura do Ano Jubilar. Em sinal de unidade, a vela que todas as comunidades na missa da Abertura receberam, será acesa. Cada mês, a Paróquia terá a oportunidade de reencontrar sacerdotes redentoristas que por ela passaram. Eles celebrarão em Ação de Graças pela caminhada paroquial nestes 50 anos. 

No mês de agosto, dia 23, Pe Roque Silva, atual Provincial da Vice-Província da Bahia e pároco no período de julho de 2005 a janeiro de 2008, celebrou na Comunidade Coração de Jesus, às 8h e na Comunidade Matriz, às 10h. Foi grande a alegria dos paroquianos! 

A partir de setembro, após a missa na comunidade ‘visitada’, será exibido o vídeo com a história da Paróquia. Recordar é viver!

sábado, 5 de setembro de 2015

Gesto Concreto - Mês vocacional


A Paróquia Ressurreição do Senhor terá como gesto concreto do mês vocacional a doação de material de higiene pessoal aos seminaristas redentoristas. 

Os paroquianos que puderem participar desta iniciativa devem entregar suas doações na secretaria, informando que são doações para os seminaristas redentoristas.

Editorial - Jornal "O Ressuscitado" Setembro /2015

Caminhando rumo aos 50 anos!

     Queridos irmãos na fé em Cristo Ressuscitado, nossa paróquia iniciou
 a caminhada do seu ano jubilar! 

Este é um tempo que nos dá oportunidade para refletirmos sobre a nossa missão nesta comunidade, pois fomos chamados a fazer parte da ‘família do ressuscitado’. Será que temos consciência disso? 

Cada um de nós deve se questionar: Será que me dedico à obra evangelizadora para que o Cristo Vivo possa chegar a todas as famílias e pessoas que ainda vivem na escuridão da fé? Eu colaboro com a minha comunidade ofertando meus dons, talentos e meu dízimo? Cinquenta anos é uma caminhada longa - eu ajudo a paróquia a crescer ou a puxo para trás com minhas atitudes e ações? Ajudo as pessoas a conhecer Jesus Ressuscitado ou as afasto do Amor divino? Estas são algumas perguntas que cada um precisa se fazer. 

O Salmo 39, diz assim: “Eis que venho fazer com prazer, a vossa vontade, Senhor!”. Essa alegria de fazer a vontade do nosso Senhor ajuda na construção da comunidade paroquial. É muito importante ter essa disposição de colocar-se diante do Cristo Ressuscitado e fazer a vontade Dele em nossa vida e missão, e não a nossa. 

Para que possamos dar conta de tudo e agradar a nosso Jesus Amado precisamos nos alimentar das coisas do céu. Em setembro, o mês da Bíblia, dedique um pouco mais de tempo à Palavra sagrada, medite a mensagem de Deus. Tudo isso vai lhe fortalecer e ao mesmo tempo fazer você crescer na fé, tornando-o pronto a fazer vontade do Senhor. 

Abra o seu coração e diga a Ele: “Fala Senhor, pois o teu servo escuta”. 

Com abraço, Pe. Cristóvão - Missionário Redentorista

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Realizado mais um ESSVC (Encontro de Solteiros, Separados e Viúvos com Cristo) em nossa Paróquia

Nos dias 22 e 23 de agosto, 41 pessoas participaram do VI ESSVC (Encontro de Solteiros, Separados e Viúvos com Cristo) e viveram momentos muito especiais. 

Uma rifa de celular e uma deliciosa feijoada no dia 16 de agosto foram atividades em prol do evento. 

Além dos recursos angariados, houve muita integração entre as comunidades paroquiais, os encontreiros e os novos inscritos. A equipe agradece a quem direta ou indiretamente participou e se envolveu com o VI ESSVC.

Celebração pelo dia dos Catequistas

Em comemoração ao seu dia, os catequistas de nossa paróquia tiveram, em 30 de agosto, um momento de oração com o Irmão Valdeneir (CSsR) que terminou na missa das 19h, na Matriz. 

Neste dia, reuniram-se as catequistas do cantinho da criança, pastoral do batismo, pastoral da crisma e pastoral catequética. 

Celebrar o Dia do Catequista é mostrar a importância desse trabalho e das pessoas nele envolvidas. 

Agradecemos a Deus por nossos catequistas e convidamos todos a demonstrar carinhosamente o reconhecimento do valor desse serviço.

Veja as fotos na nossa página no facebook, clicando aqui.

Encontro para Noivos na Paróquia de Ondina

Encontro realizado em Maio /2015

Acontecerá no dia 27 de Setembro mais um Encontro para Noivos da nossa Paróquia. 
As atividades são coordenadas pelo Grupo Enamorados, que proporciona aos casais a oportunidade de refletir sobre diversos temas relacionados à família e o matrimônio, tais como: harmonia conjugal, sacramento do matrimônio, planejamento familiar, importância do diálogo, conhecimento de si e do outro, etc. O Grupo promoverá mais um encontro em 2015 no dia 08/11. 

As inscrições poderão ser feitas na secretaria da Paróquia. 

Maiores informações: Vìvian - 3235-5614

Jornal - O Ressuscitado - Setembro 2015

Já está disponível a Edição do mês de Setembro do Jornal "O Ressuscitado". Confira e compartilhe! Ajude a divulgar as ações de Nossa Paróquia e comunidades: