"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Sacerdotes: missionários do perdão. Perdão: Missão do cristão?

No mês passado, mais uma vez o Papa Francisco surpreendeu o mundo. Ele concedeu aos sacerdotes autoridade para perdoarem as mulheres que fizeram abortos e os médicos que os realizaram. O Papa explicou a sua iniciativa, justificando-a a partir do arrependimento daqueles que cometeram o ato. "Eu decidi, apesar de qualquer indicação contrária, conceder a todos os padres para o Ano do Jubileu o poder de absolver do pecado do aborto aqueles que o tenham realizado e que, com o coração contrito, buscam perdão por isso", declarou. 

Ao aproximar-se o Ano da Misericórdia, tal gesto traz uma reflexão especial: perdoar seria, em última instância, a missão de todo cristão? Afinal Cristo pediu que amássemos Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. E qual maior gesto de amor do que o perdão? 

Em várias homilias, o Papa tem chamado a atenção para o valor desse gesto, sobretudo para evitarmos a hipocrisia de julgar os outros nos esquecendo dos nossos próprios defeitos: “... Aquele que sabe olhar somente o cisco no olho do outro, acaba na mesquinhez: um coração mesquinho, cheio de coisas pequenas, cheio de fofocas”, frisa Francisco, que nos diz o que pode ser feito para evitar o mau hábito: 
“Quando me vem a vontade de dizer aos outros os defeitos dos outros, devo parar. E eu? Poupemos os comentários sobre os outros e façamos comentários sobre nós mesmos. Este é o primeiro passo no caminho da magnanimidade”, explicou ele. 

Como perdoar não é fácil, o Papa ressalta que é necessário pedir a Deus que nos ajude: “Pedimos ao Senhor a graça para seguir o conselho de Jesus: ser generosos no perdão, ser generosos na misericórdia”, pois “o estilo de Jesus é a misericórdia, quem não perdoa não é cristão”, destacou o Pontífice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário