"Deus ande em tua frente para te conduzir, atrás de ti para te proteger e ao teu lado para te acompanhar!"


Você é o visitante de nº

Paróquia Ressurreição do Senhor

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Globalizar o Evangelho da vida e da esperança

Pe. Cristóvão Dworak, CSsR 
E-mail: kdworak@hotmail.com 

Vivemos na época de globalização. O Papa Francisco na sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual escreve, que o ideal egoísta tão presente na sociedade atual, desenvolveu a globalização da indiferença (cf. EG, n, 54). Horrorizados, observamos também a escalada da globalização da corrupção, da violência e de fobias de todo o tipo. 
   A Igreja, desde as suas origens, sempre entendeu, que o anúncio da Boa Nova possui a dimensão global: “Ide, pois ensinai a todas as nações” (Mt 28,19). Também as congregações religiosas entenderam, que a missão evangelizadora faz parte do seu carisma. Esta visão, assegurada pela presença contínua do Senhor (cf. Mt 28,20), possibilitou a globalização do Evangelho para além de seus lugares de origem. 
   Os Redentoristas, desde a sua fundação em 1732, empenharam-se neste processo global do anúncio da Copiosa Redenção realizada por Jesus (cf. Ef 1,3-8; Sl 129,7). As diversas unidades dos Redentoristas do Brasil, nascidas da ação dos missionários vindos da Alemanha, da Irlanda, dos Estados Unidos, da Holanda e da Polônia, retribuiram o dom da Boa Nova, enviando missionários para outros países como: Suriname, Angola, Moçambique e Estados Unidos.

   A partir de 17 de julho de 2016, cinco redentoristas do Brasil assumiram, a pedido dos redentoristas de Portugal, três paróquias na região de Amadora, na Grande Lisboa: a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus, na Buraca; a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Venda Nova e a Paróquia do Santíssimo Redentor, na Damaia. Os motivos principais deste pedido e ajuda são: idade muito avançada dos padres e irmãos redentoristas de Portugal, assim como a falta total de vocações. Espera-se que esta ajuda missionária, desta vez a partir do Brasil, depois de mais de 500 anos da vinda dos portugueses às costas da Terra da Santa Cruz, possa dinamizar e renovar a Província Redentorista de Lisboa no anúncio da Copiosa Redenção. 

Neste mês vocacional rezemos pedindo que não nos faltem missionários e missionárias que queiram globalizar com alegria o Evangelho da Vida e da Esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário